ARTE BLOG
Prefeitura de AÇAILÂNDIA
Vacinação
Maranhão

Simplício Araújo recebe título de cidadão em Grajaú

A proposta foi do vereador Ancelmo Barros (Solidariedade)

12/08/2021 13h10
Por: Valber Alves
48
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

“Essa homenagem simboliza a eficiência de um trabalho em equipe para mudar a realidade de Grajaú e do Maranhão”, comemorou o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e presidente do Solidariedade/MA, Simplício Araújo, ao receber o título de cidadão Grajauense, na manhã desta quarta-feira (11), realizada na Câmara Municipal de Grajaú.

A proposta foi do vereador Ancelmo Barros (Solidariedade), em virtude das ações executadas por Simplício Araújo à frente da Seinc e pelo diálogo constante dentro do Governo do Estado.

“Estou muito grato pela homenagem feita por Grajaú. Dentro do Governo do Estado, via Seinc, nossos esforços tem sido contínuos para expandir cada vez mais as potencialidades da região, como a agricultura e a piscicultura, assim como os polos gesseiro e de soja. Este reconhecimento é uma comprovação do bom trabalho que fizemos e uma certeza de que seguiremos lutando pelo desenvolvimento de todo o Maranhão”, disse Simplício Araújo durante a cerimônia, agradecendo o carinho do povo grajauense.

A homenagem representa o impacto da atuação de Simplício Araújo pelas cadeias produtivas presentes tanto em Grajaú quanto na Região de Planejamento das Serras.

Ao longo do governo Flávio Dino, Simplício Araújo se destacou pelas ações em prol do fortalecimento da cadeia produtiva do gesso em Grajaú, localizado no Distrito Industrial do município. O secretário realizou o acompanhamento dos processos produtivos, assim como o diálogo com empresários do ramo e a articulação de estratégias para ampliar o polo gesseiro da região.

“O município de Grajaú conta com grandes potenciais produtivos. Um deles, por exemplo, é a produção de gesso, que cresce cada vez mais e destaca o Maranhão em todo o Brasil. Continuaremos contribuindo para alavancar os trabalhos desta e de outras cadeias produtivas presentes nesta região”, analisou Simplício Araújo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários