ARTE BLOG
Vacinação
Maranhão

Morre criança que teve complicações após ser medicada em hospital no interior do Maranhão

Laila Serra Mendonça, de 9 meses, teve complicações depois de ser medicada no Hospital Municipal de Penalva, na região da baixada maranhense.

16/06/2021 08h19
Por: Valber Alves
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Morreu, nesta terça-feira (15), em São Luís, a bebê Laila Serra Mendonça, de 9 meses, que teve complicações depois de ser medicada no Hospital Municipal de Penalva, na região da baixada maranhense. 

Os pais da criança querem uma explicação sobre o que aconteceu com a menina. A criança morreu no Hospital Juvêncio Matos, em São Luís. 

A família da criança conta que Laila estava com febre e, na emergência, foi aplicada uma injeção. Em seguida, eles foram orientados a irem para casa. No dia seguinte, surgiu uma mancha roxa no corpo da menina, no local onde havia sido aplicada a medicação.

A criança foi levada novamente ao hospital de Penalva. Ela passou dois dias internada e depois recebeu alta. Mas, em casa, a bebê continuou a passar mal e a mancha se espalhou pelo corpo da menina. Diante do agravamento do problema, a criança foi transferida para São Luís.

A menina foi trazida de Penalva para a capital maranhense na semana passada, sendo internada no Hospital da Criança. De acordo com a mãe de Laila, no Hospital da Criança ela foi orientada a se informar no hospital de Penalva sobre quais medicamentos foram aplicados na menina.

O pai foi até o Hospital Jesus de Nazaré e, segundo ele, teve muita dificuldade de conseguir essa informação. Depois de muita conversa foi liberado o prontuário de atendimento de Laila, onde estavam prescritos Dipirona e Gentamicina.

Em São Luís, a bebê ficou com o quadro de saúde grave, precisando ser transferida do Hospital da Criança para o Hospital Juvêncio Matos, onde chegou a ser intubada e acabou indo a óbito.

A família está abalada com a morte da criança que era gêmea com outra menina. Os pais estão tomando providências para que o caso seja investigado.

Por meio de nota, o Hospital Municipal de Penalva informou que aguarda o laudo do Instituto Médico Lega (IML).

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários